Aplicação Clínica da Ozonioterapia no Tratamento da COVID-19

https://public.tableau.com/profile/bireme#!/vizhome/ozonioterapia-covid-pt/evidence-map

Este mapa de evidências apresenta uma síntese gráfica de estudos clínicos sobre a aplicação da Ozonioterapia em casos de COVID-19. A partir de uma ampla busca bibliográfica 11 estudos clínicos foram incluídos no mapa e categorizados por tipo de intervenção e por desfechos. Os estudos avaliaram o efeito de 4 tipos de intervenção com Ozonioterapia: auto-hemoterapia maior, auto-hemoterapia menor, insuflação retal e solução salina ozonizada; para 6 grupos de desfechos relacionados à COVID-19: Melhora clínica; Internação hospitalar; Marcadores inflamatórios, tromboembólicos, infecciosos ou metabólicos; Aspectos radiológicos; Infecção viral; e Eventos adversos. Principais Achados: Os estudos ocorreram no ano de 2020 nos seguintes países: Espanha (5 artigos), China (2 estudos), Itália (2 estudos), Índia (1 estudo) e Iraque (1 estudo); Os 11 estudos clínicos analisados envolveram um total de 259 pacientes com COVID-19 que receberam Ozonioterapia, todos os resultados foram positivos, tanto em pacientes com nível de gravidade leve a severa, sendo leve a moderada em 2 estudos, moderada a severa em 1 estudo, leve a severa em 1 estudo, moderada em 1 estudo, severa em 6 estudos; O tipo de intervenção mais relatado foi auto-hemoterapia maior, presente em 19 desfechos, seguido da insuflação retal, presente em 17 desfechos; Os desfechos relatados foram: melhora geral de sintomas clínicos de COVID-19 (11 estudos), redução do tempo de internação (6 estudos), diminuição da proteína C reativa (9 estudos), diminuição da ferritina (6 estudos), diminuição de lactato desidrogenase (7 estudos), diminuição do dímero-D (7 estudos), ausência ou inexistência de relato de eventos adversos (9 estudos); A concentração de ozônio medicinal na auto-hemoterapia maior variou de 20 a 45 mcg/mL, sendo 40 mcg/mL a concentração mais utilizada. Para a via de insuflação retal foi utilizada uma concentração de 35-40 mcg/mL, sendo a concentração de 35mcg/mL a mais utilizada.

Originador(es): BIREME. OPAS. OMS
Recurso adicionado em: 30/04/2021
Idiomas disponíveis: Português
Infecções por Coronavirus/terapia, Insuflação/métodos, Betacoronavirus, Solução Salina, Ozonioterapia
  • Compartilhar
  • Sugerir uma palavra-chave
    [X]
    Sugestões
    Separadas por virgula
    [X]
    Obrigado por sua sugestão.
    Problemas de comunicação. Por favor tente novamente.
  • Informar um erro
    [X]
    Motivo
    Novo Link (opcional)
    [X]
    Obrigado por informar este problema.
    Problemas de comunicação. Por favor tente novamente.